sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

INDICATIVO DE GREVE

 Servidores decidem construir uma greve consciente e organizada



Reunidos na assembleia de ontem (06/02) para deliberar sobre a deflagração ou não da greve, os servidores decidiram dar um prazo para que a Prefeitura dê uma resposta satisfatória às principais reivindicações da pauta já apresentada na campanha salarial de 2013. A greve não foi deflagrada ainda, pois os servidores avaliaram que, embora o sindicato esteja preparado para ela, é necessário esclarecer melhor a todos sobre os seus motivos, sobre as pautas defendidas e sobre o direito de greve.

   Deliberou-se manter o indicativo de greve, com data prevista para 17/03.

   Foi aprovada uma paralisação geral no dia 28/02, no período da reunião de negociação.

   A próxima assembleia geral será no dia 11/03, na qual os servidores poderão avaliar os resultados da mesa de negociação do dia 28/02 e decidir se entram em greve no dia 17/03.

   Foi aprovada também a realização de atividades de mobilização envolvendo o esclarecimento dos motivos da possível greve para a população, com panfletagens e manifestações localizadas nos bairros.

   É importantíssimo que todas as unidades elejam seus representantes sindicais, e organizem junto com o sindicato essas atividades, que fortalecerão ainda mais o vínculo que já existe entre nós servidores públicos e a população que atendemos cotidianamente.

   Relembre os principais pontos da pauta de reivindicações:
   • Retorno da licença prêmio,
   • 33% de hora-atividade,
   • Inclusão dos educadores sociais dos CMEIs no quadro do magistério,
   • Reenquadramento dos servidores para corrigir as distorções causadas pelo PCCV de 2004 e pelos novos enquadramentos,
   • Pagamento de periculosidade e insalubridade a quem tem direito,
   • Regulamentação das escalas para os profissionais que trabalham em jornada ininterrupta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário